sexta-feira, 28 de outubro de 2011

ORAÇÃO DA 3ª IDADE - ÁGUIA


Fui moço e já agora sou velho, porém jamais vi o justo desamparado, nem a sua descendência a mendigar o pão. Salmos 37:25

Eu sei, meu Deus que quando morei nos USA, aprendi muito sobre a águia que é o símbolo da América.
Para nascer, a águia bica 48 horas ininterruptas a casca do ovo até sair. Ela não desiste. O que me chamou mais atenção é que quando ela envelhece, 40 anos, seu bico e suas unhas, perdem toda a função, então ela voa no mais alto da montanha e deixa-se cair sobre as pedras com suas unhas e bicos apontados para as mesmas que na queda são destruídas, para serem renovadas em um processo de 150 dias depois. E vivem mais 30 anos.
A águia não se intimida com as tempestades, ela voa além das nuvens.
Por isso, senhor, é hora para que eu me lance radicalmente em teus braços para ser completamente renovada.
Senhor Deus e paizinho querido, que os nossos primeiros momentos do dia sejam para te adorar e glorificar o teu santo nome e também ao deitar. Recebe, senhor, a nossa vida em tuas mãos, pois nos derramamos em tua santa presença e humildemente declaramos que dependemos de ti, totalmente, radicalmente.
Sim, senhor, sem ti nada somos, mas contigo somos mais que vencedores. E é nessa batalha da 3ª idade, que mais precisamos que segures em nossas mãos com toda unção para que sejamos guerreiros (as) ungidos pela tua graça e misericórdia, para que sejamos totalmente vencedores (as) e felizes, sabendo que estás conosco e que cuidas de nós com carinho e amor, pois és, senhor, o nosso comandante.
E dá-nos, oh, pai!, a compreensão que essa batalha é tua e não nossa. Ajuda-nos a nos aquietar, para que sintamos sempre a tua presença, e como diz o Salmo 103:5 "É o senhor quem farta de bens a tua velhice, de sorte que a tua mocidade se renova como a da águia".
Faz forte o cansado, e multiplica as forças ao que não tem nenhum vigor. Os jovens se cansam e se fatigam e os moços de exaustos caem mas os que esperam no senhor renovam as suas forças, sobem com asas como águias, correm e não se cansam, caminham não se fatigam. (Isaías 40:29-31)

Ruth B. Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário