domingo, 22 de janeiro de 2012

VÁRZEA ALEGRE


Várzea alegre terra verde
Onde canta os passarinhos
Seu ritmo de alegria
Misturado com carinho

Várzea Alegre bela moça
Moça de fino trajar
Eu fui criança em teus braços
Adormeci a sonhar

Tudo teu é mais bonito
O teu nome varonil
Teu povo tem um porvir
Cheio de venturas mil

Quando era minha infância
Que comecei a sonhar
Você minha companheira
De ciranda cirandar

Hoje voltei para ver-te
Da praça tive saudades
Você parece menina
Dos brinquedos das calçadas

Eu te amo Várzea Alegre
Cheia de encantos mil
Terra do meu pai Raimundo
Pedaço do meu Brasil

Foi nessa terra querida
A minha infância guardei
Foi nessa terra bendita
Que o grande amor encontrei

Foi nessa terra ditosa
Que menina moça fiquei
Como não posso negar
Que o primeiro beijo ganhei

Adeus, adeus Várzea Alegre
Contraste maior não há
Viver sempre te amando
E longe de ti morar.

Ivanilda Rodrigues de Carvalho.

*Gente esse poema em algumas partes tem tudo haver com o momento que tou passando. Muito lindo esse poema dessa poetisa desconhecida que passou por Várzea Alegre, eu espero que com esse poema de seu livro na Net eu a possa encontrá-la, preciso conhecer-la

Nenhum comentário:

Postar um comentário