terça-feira, 31 de maio de 2011

No Google com palavras


Quando entrei na brincadeira do Google e criei o “palavras” foi pensando em palavras que edificam, que elevam, que exaltam, que estimulam o pensar do outro, do que se der ao trabalho de perde-ganhar tempo lendo.
Busco nas minhas memórias alguns pontos de partida.
Busco nas memórias dos outros algumas histórias vividas.
O Mundim do Vale se vale da sua inspiração e do dom criativo que Deus o cumulou. Eu busco até nas pedras que o louco jogava pontos de vista para minhas palavras.
Palavras sábias busco na Bíblia e nas experiências dos ouros, para formar a minha opinião.
“A Palavra estava voltada para Deus, e a Palavra era Deus.” João 1,1
“E a Palavra se fez homem e habitou entre nós.” João 1,14
Maria engravidou pelo ouvido, pela Palavra um dia ouvi o Rubem Alves dizer.
“O Anjo entrou onde ela estava, e disse: “Alegre-se, cheia de graça! O Senhor esta com você!”
Ouvindo isso, Maria ficou preocupada, e perguntava a si mesma o que a saudação queria dizer.
O Anjo disse: Não tenha medo, Maria, porque você encontrou graça diante de Deus. Eis que você vai ficar grávida, terá um filho, e dará a ele o nome de Jesus.” Lucas 1,28-31
Palavras que o vento leva. Estão no ar.
Palavras escritas criam raízes e dão frutos na imaginação de quem as lê.
Boas palavras penetram a alma e fazem um bem imensurável.
Palavras, pra que te quero!
Palavras, aqui te espero!

Artemísia e Ilana


gente visite esse blog pois vale apenas eu recomendo


Um comentário:

  1. Israel, muito obrigada pelos créditos. Você é demais!
    Abraços.

    ResponderExcluir