sexta-feira, 6 de maio de 2011

O CANTO DA POESIA


O cantador
Canta a dor
Do pobre sertanejo
O violeiro
É o primeiro
Na arte do versejo

Por isto sou poeta
Sigo na reta
Da composição
Faço versos
Tão adversos
A esta situação

De um mundo real
Tudo normal
Sem a doce ilusão
A poesia escrevo
E transcrevo
Um mundo de emoção

A poesia é vida
E o ponto de partida
Para melhor se viver
Por isso amo a poesia
Que é a alegria
E o melhor prazer.

Israel Batista

Um comentário:

  1. Israel, esta poesia está simplesmente maravilhosa!
    Parabéns sempre!

    ResponderExcluir